Arroio do Meio

Governo promete melhorar balneário até fevereiro

Projeto elaborado pelo Executivo prevê pavimentação de acesso até leito do rio, rampa aos barcos e ajuste na escada

Por

Governo promete melhorar balneário até fevereiro

Vera Martins relembra o fim dos anos 80, quando o balneário municipal de Arroio do Meio era movimentado nos fins de semana. Famílias vinham para o ponto turístico fazer churrasco e tomar banho no Rio Taquari. “Vinha até ônibus de outras cidades. Era um lugar lindo”, recorda.
A situação atual do balneário é totalmente diferente da memória de Vera. A maioria das churrasqueiras foi vandalizada ou danificada pela ação do tempo. Moradores reclamam da falta de roçadas e crescimento do mato no local. Até a escada que levava ao rio foi destruída em uma enchente e nunca mais reformada.
“Poucas pessoas vem no balneário hoje em dia. Está abandonado”, percebe Vera. Conforme a moradora, a condição do espaço de lazer é crítica constante da comunidade do Navegantes. “Poderiam fazer reformas. Com certeza, as pessoas iriam frequentar mais”, opina.

Rampa de acesso

O aposentado Renato Scheid, 65, é um dos poucos que afirmam frequentar o balneário nos fins de semana. Ele também realiza a travessia de moradores de Colinas pelo Rio Taquari e critica a falta de uma rampa de acesso aos barcos.
O balneário fica no fim da rua Visconde do Rio Branco, junto ao entroncamento com a Campos Sales, no bairro Navegantes. No local, há uma entrada de chão batido utilizada por pedestres e veículos, e uma margem de cascalhos.
Conforme Scheid, a dificuldade maior sem a rampa é acessar o rio com as embarcações. Também reclama das épocas após cheias do Taquari, quando a margem enche de barro. “Chego a fazer uma média de 10 travessias por dia, mas tem momentos que é complicado”, relata.
Estima-se que cerca de 40 pessoas possuem barcos, lanchas ou jet skis na cidade. Sem as rampas para embarcações, muitos arroio-meenses utilizam pequenas marinas ou rampas improvisadas em municípios como Lajeado, Encantado, Muçum, Colinas e Cruzeiro do Sul.
08_AHORA

Repercussão na câmara

Na sessão da quarta-feira passada, 21, o assunto foi abordado pelo vereador Sérgio Cardoso (DEM). Em requerimento ao Executivo, pediu a construção da rampa e retirada de árvores que correm o risco de cair.
Vereador Pedro de Freitas Noronha (PTB), o “Kiko”, relembrou que já havia feito esse pedido faz mais de um ano. Conforme ele, em reunião com a comunidade foi combinado com o Executivo a construção da rampa de acesso e pavimentação da entrada do balneário até o rio.

Melhorias previstas até fevereiro

A equipe de engenharia da administração municipal trabalha no processo licitatório para um projeto de melhorias no balneário municipal.
Conforme o secretário de Planejamento, Fernando Enéias Bruxel, proposta é pavimentar o prolongamento da rua Visconde do Rio Branco até o leito do Rio Taquari e construir uma rampa para barcos, sem intervenção na orla. Outras medidas são a recuperação da escada e das réguas de acompanhamento das cheias.
“Licença ambiental já está concluída, prevendo reposição de espécies nativas, sendo que não haverá mudanças na orla”, comenta. Conforme o secretário, as obras serão concluídas até a tradicional Festa da Nossa Senhora dos Navegantes, em fevereiro.
 

FÁBIO KUHN – fabiokuhn@jornalahora.inf.br

bravo