Teutônia

Secretário deixa o cargo em menos de oito meses

Márcio Mügge sai do governo municipal para assumir emprego na iniciativa privada

Por

Secretário deixa o cargo em menos de oito meses

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente terá novo titular a partir da semana que vem. O atual secretário, Márcio Mügge, confirma que deixa a pasta nesta sexta-feira. Ele sai do governo após menos de oito meses de trabalho para assumir um cargo de gerência em uma empresa do ramo agropecuário com sede em Estrela. Antes de assumir a função no Executivo, ele era professor e coordenador de cursos no Colégio Teutônia.
Para o cargo, o prefeito Jonatan Brönstrup convidou Nara Regina Nichterwitz, que atua como subsecretária desde 2017. Nara ainda não confirmou se aceita o convite. Ela tem formação técnica em Administração e Secretariado e cursa Gestão em Agronegócio na Faculdade La Salle.
“Estou por dentro de tudo que se passa na secretaria, mas o que me faz pensar e avaliar bem é o tamanho da responsabilidade que é”, revela.
Caso aceite, ela será a terceira pessoa a ocupar o posto. Nos primeiros dois anos de governo, o secretário havia sido Gilson Hollmann.

Decisão foi planejada

Mügge afirma que a saída foi uma decisão “planejada e absolutamente profissional”. De acordo com o secretário, as tratativas vinham desde março, quando recebeu uma proposta, e que já havia comunicado a decisão ao prefeito em julho.
“Saio do Executivo, mas não do grupo de apoio ao prefeito. A estada no cargo público não é permanente, é periódica, e você tem que propor um espaço no mercado de trabalho para depois deste período”, diz.
O prefeito garante que as prioridades da secretaria permanecem as mesas com a troca de comando. “Não muda nada. A gente tem trabalhado muito com processos e as pessoas se encaixam nos processos. A Nara já conhece perfeitamente as diretrizes da secretaria, tem uma relação construída com os servidores e, principalmente, com os agricultores.”

Estímulo à diversificação

Entre as ações ambientais de sua gestão, o secretário destaca a aprovação da lei que cria o programa de castração e chipagem de animais e investimentos na Unidade de Tratamento de Lixo. No setor produtivo, Mügge afirma que há projetos, que devem ser lançados até o ano que vem, de estímulo à diversificação da produção.
“São estruturas voltadas a fazer com que o produtor possa diversificar a produção e identificar um mercado consumidor para hortifrutigranjeiros e de produtos orgânicos”, conclui.

Mudança em todo secretariado

Desde que Brönstrup assumiu o governo, em janeiro de 2017, todo o secretariado foi substituído. Parte dos secretários deixou o governo por razões pessoais, outros por determinação judicial, em decorrência da Operação Schmutzige Hände, deflagrada pelo Ministério Público.
A mudança mais recente no alto escalão da administração teutoniense foi a saída do chefe de gabinete Marcos Aurélio de Quadros, que foi substituído por Valdir José Griebeler em agosto.
 

MATHEUS CHAPARINI – matheus@jornalahora.inf.br

bravo