Copa do Brasil

Noite de segurar o Furacão

O colorado disputa hoje o primeiro jogo da final. O time gaúcho quer o segundo título da competição. A primeira conquista foi em 1992

Por

Noite de segurar o Furacão

O Internacional volta a decidir uma Copa do Brasil após dez anos. Vice-campeão em 2009, o time de Odair Hellmann quer acabar um incômodo jejum. Fazem 27 anos que a equipe não vence um título nacional. O último foi a Copa do Brasil de 1992, em cima do Fluminense. A busca pelo bicampeonato inicia hoje. A partir das 21h30min, enfrenta o Athletico, na Arena da Baixada, no Paraná.
Para a partida, o técnico Odair Hellmann terá todos os jogadores a disposição, inclusive Wellington Silva que conseguiu retornar a tempo da Espanha. O provável time titular deve ser o mesmo que venceu o Cruzeiro, nas semifinais. Com Bruno na lateral-direita e Nico López no ataque.
15_AHORABoa fase de Sobis
Outra aposta do treinador para conquistar o título é na boa fase de Rafael Sobis. Revelado pelo Inter, o atacante busca o terceiro título de expressão com o colorado. O jogador foi um dos principais jogadores nas conquistas da Libertadores em 2006 e 2010. Além dos troféus com o colorado, o atleta ainda foi campeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018 com o Cruzeiro.
Ao todo, Rafael Sobis tem 11 títulos na carreira. Destes, em dez disputou partidas finais, tendo marcado em cinco das decisões.
Premiação
Com a entrada na competição apenas nas oitavas de final, o Inter recebeu R$ 12,35 milhões nas disputas de oitavas, quartas e semifinal do torneio. A classificação para a final garante, no mínimo, mais R$ 21 milhões, o prêmio que leva o vice-campeão. Se levantar a taça, o Colorado receberá mais R$ 52 milhões, o que eleva a premiação total para R$ 64,35 milhões.
15_AHORA2O adversário
O Athletico chega a final após eliminar Fortaleza (oitavas de final), Flamengo (quartas de final) e Grêmio (semifinal). Para o confronto, o técnico Tiago Nunes tem o retorno do zagueiro Léo Pereira, que cumpriu suspensão contra o Grêmio. Por outro lado, o experiente argentino Lucho González, está suspenso.
A única dúvida do treinador está na lateral-direita. Madson volta a ficar à disposição e disputa vaga com o jovem Khellven.
Ingressos para o jogo da volta
A direção colorada divulgou que a partir de amanhã, às 10h, abrirá o check-in para os sócios do clube para a partida da volta da final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR, no dia 18 de setembro no Beira-Rio.
Os valores variam conforme a modalidade. Sócio Campeão do Mundo (R$ 50), Sócio Nada Vai Nos Separar (R$ 70), Sócio Academia do Povo (R$ 10), Cadeira Central Campeão do Mundo (R$ 70) e Cadeira Central Nada Vai Nos Separar (R$ 100).
 

EZEQUIEL NEITZKE – ezequiel@jornalahora.inf.br

bravo