Notícia

“Minha motivação são meus alunos”

Ricardo Rocha, 37, é professor de Educação Física da EMEF Leo Joas, no bairro Indústrias, em Estrela. Natural de Esteio, mas com família em Bom Retiro do Sul, mudou-se para a região aos 11 anos de idade. Por seu incentivo…

Por

“Minha motivação são meus alunos”

Ricardo Rocha, 37, é professor de Educação Física da EMEF Leo Joas, no bairro Indústrias, em Estrela. Natural de Esteio, mas com família em Bom Retiro do Sul, mudou-se para a região aos 11 anos de idade. Por seu incentivo ao esporte na escola, tornou-se referência entre os alunos e viu alguns deles seguirem a atividade física como profissão.

• Desde quando é professor?

Sou professor desde do ano de 2000 quando ingressei na Universidade de Santa Cruz do Sul e passei a fazer parte de um projeto de extensão chamado “Cestinha”, onde dávamos aulas de basquete nas comunidades. A escolha da profissão aconteceu de forma natural, pois desde de pequeno fui incentivado à prática de esportes. Quando optei, recebi apoio de todos.

• O que mais te motiva no trabalho?

Minha motivação são meus alunos, eles me fazem buscar e querer melhorar cada vez mais minhas práticas pedagógicas, para que a Educação física realmente tenha relevância e significado nas suas vidas.

• Qual a importância do esporte na educação?

O esporte auxilia na educação desde do desenvolvimento motor, quanto na construção do caráter e do respeito do ser.

• Além do aspecto pedagógico, você teve alguns alunos que seguiram o esporte como carreira profissional. Qual a sensação do professor de Educação Física quando um aluno decide ser atleta e prospera?

Tivemos alguns alunos nesses 14 anos de escola que hoje estão vivendo do esporte. Temos um aluno jogando no Botafogo de Ribeirão Preto (SP), o Leonardo Sulzbach; a Ranúbia está na base do feminino do Inter; o Pedro Lucas, no Juventude; Pablo Paixão joga na base do Grêmio; Davi Balus, no ciclismo de estrada e BMX. Tive alunos que ganharam bolsa em escola particulares para jogarem vôlei e basquete e outros que estudam Educação Física na faculdade. A sensação é ótima, pois nosso principal objetivo é despertar neles o gosto pela prática. Quando optam por fazer do esporte suas profissões, me sinto orgulhoso por fazer parte da história deles.

• Na sua trajetória de professor, qual momento mais te marcou?

Acredito que existam muitos momentos marcantes, não conseguiria relatar um específico pois todos são importantes para minha formação e para minha vida, como também sei que cada aluno com quem pude estar leva também lembranças dos momentos vividos, e fazem parte da minha história como professor.
 

bravo