Negócios em Pauta

Satisfação no trabalho melhora resultados

Inspiração Cacis aborda atitudes de gestores e funcionários das melhores empresas para trabalhar

Por

Satisfação no trabalho melhora resultados

O auditório da Soges, em Estrela, recebeu a edição 2019 do Inspiração Cacis. Cerca de 400 pessoas participaram do evento, que reuniu dois palestrantes nacionais para abordar as atitudes de gestores e funcionários capazes de elevar o desempenho das empresas.
Diretor da área de educação da Greath Place do Work, Cauê Oliveira abordou as características das empresas consideradas as melhores para se trabalhar no mundo. O palestrante citou pesquisas que quantificam os resultados da satisfação no trabalho. Segundo ele, uma pessoa satisfeita rende, em média 13% a mais do que uma insatisfeita ou indiferente.
“Parece pouco, mas se você somar 13% de cada funcionário, a diferença é enorme”, destaca. Lembra que uma empresa considerada ótima para se trabalhar consegue reter talentos e reduzir custos com demissões, treinamentos e demais despesas relativas ao turnover. Além disso, quando a equipe gosta do lugar onde trabalha, a satisfação dos clientes é comprovadamente maior.
Conforme Oliveira, a primeira característica dos funcionários das empresas melhor avaliadas pelo Greath Place to Work é a confiança nos gestores. Em seguida, aparecem o orgulho em fazer as atividades e o apreço pelos colegas.
Para criar um ambiente de confiança, é fundamental exercer o respeito, a imparcialidade e a transparências, além de ter credibilidade. O palestrante sugere que os gestores lembrem sempre que uma empresa é feita de seres humanos, e que portanto precisam ser cuidados, desenvolvidos e inspirados por seus líderes.
Ressalta ainda a necessidade de agradecer a dedicação e celebrar as conquistas dos funcionários, sejam elas na empresa ou na vida pessoal. Conforme Oliveira, uma empresa não deve tratar seus funcionários como commodities, em uma relação puramente financeira, portanto sem valor agregado.
O palestrante defende o conceito de Giftwork, que significa gerar gentileza a partir de ações que demonstrem o apreço pelo funcionário e que geralmente não tem custo. Citou como exemplo o caso de uma empresa na qual foi consultor.
Segundo ele, uma funcionária dessa empresa foi chamada a sala do diretor para ser comunicada de sua promoção e ficou muito emocionada. “Ela disse que era de uma família humilde e que era única que tinha chegada a ter carreira e por isso queria muito que a mãe dela tivesse lá naquele momento.”
Anos depois, a mesma funcionária foi convocada para sala do diretor e, ao chegar lá, viu que sua mãe estava na sala. Era uma nova promoção. “O diretor convidou a mãe dela, pois sabia o quanto isso significava. Ele percebeu o que era importante para a funcionária, gerou grande valor e satisfação sem a necessidade de grandes gastos.”
Para Cauê, a valorização das pessoas deve ser autêntica para resultar em melhor desempenho. Afirma que as empresas até podem alcançar resultados sem serem um ótimo lugar para trabalhar, mas, em uma realidade onde passamos a mais tempo no trabalho do que em qualquer outro lugar, o esforço para criar um ambiente adequado faz grande diferença.
WhatsApp Image 2019-10-11 at 3.30.39 PM(4)“Meritocracia não significa justiça”
Escritor e criador do Podcast Café Brasil, Luciano Pires apresentou a palestra “Quanto Você Vale?”, onde abordou a relação entre a meritocracia e a criação de valor para o mercado de trabalho. Segundo ele, o sucesso e a riqueza não estão ligadas ao esforço.
“Trabalho duro e digno não garante nada além de mais trabalho duro e digno”, aponta. Pires falou sobre as das várias dimensões do conceito de valor e de como fazer com que as pessoas percebam isso. Segundo ele, a meritocracia julga a capacidade das pessoas de criar valor para outras pessoas, não importa em que posição da pirâmide social isso ocorra.
Para Pires, todas as pessoas possuem capacidade para fazer coisas de valor e serem percebidas por isso. Para tanto, afirma ser preciso cumprir com as coisas que promete, entender e assumir as consequências do que faz e corrigir os erros.

bravo