Vale do Taquari

Número de condutores autuados por embriaguez quase dobra em 2019

A Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Lajeado divulgou um balanço com números de acidentes, infrações e apreensões

Por

Número de condutores autuados por embriaguez quase dobra em 2019

Nesta quinta-feira, dia 2, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço referente às ações realizadas em 2019 no trecho sob a responsabilidade da Delegacia em Lajeado. São cerca de 300 quilômetros da BR-386, entre Vitor Graeff e Nova Santa Rita, além de parte da BR-470.

Ao longo de 2019, foram fiscalizados mais de 28 mil veículos. O ano também foi marcado pela chegada do novo aparelho de etilômetro. Ele permite que praticamente todos os motoristas abordados passassem pela fiscalização de alcoolemia. Desta forma, dos 6.159 autos de infração feitos no ano passado 240 ocorreram pelo fato dos condutores estarem dirigindo sob a influência de álcool, quase o dobro de 2018, quando aconteceram 126 autuações por esse motivo.

As infrações mais recorrentes foram a falta do uso do cinto de segurança ou cadeirinha com 775 ocorrências, ultrapassagens forçadas ou em local proibido com 642 ocorrências, o excesso de peso com 143 autuações e quase 700 toneladas de excesso de peso constatados e o manuseio do celular ao voltante com 54 autuações.

Prisões/Apreensões

Ao longo do ano passado, a PRF apreendeu mais de 350 mil maços de cigarro, quase 10 mil unidades de medicamentos ilegais, cerca de 70 mil dólares sem procedência comprovada, grande quantidade de drogas como maconha, cocaína, crack, haxixe e skunk, bebidas e contrabando, além de munições e armas, dentre elas quatro fuzis. Houve, ainda, a prisão de 150 pessoas e a recuperação de 30 veículos.

Acidentes

O número de mortos e feridos graves em 2019 foi um dos menores em 10 anos, porém maior que em 2018. O número de acidentes com morte foi de 32 em 2019 e 31 em 2018.

Paulo Reni, Chefe da delegacia, aponta que o número mais elevado de feridos e mortos foi provocado por uma maior violência nos acidentes. Reni destaca que a rodovia melhor sinalizada e com o pavimento restaurado. Ele acredita que a retirada dos controladores de velocidade no início do ano, por conta do fim do contrato entre DNIT e Kopp, trouxe ao usuário da rodovia uma sensação de impunidade com relação ao excesso de velocidade.

Números dos últimos anos

2019 – 498 feridos leves, 106 feridos graves, 44 mortos
2018 – 325 feridos leves, 89 feridos graves, 40 mortos
2017 – 493 feridos leves, 113 feridos graves, 50 mortos
2016 – 464 feridos leves, 160 feridos graves, 42 mortos
2015 – 435 feridos leves, 133 feridos graves, 49 mortos
2014 – 486 feridos leves, 140 feridos graves, 49 mortos
2013 – 483 feridos leves, 148 feridos graves, 58 mortos
2012 – 620 feridos leves, 153 feridos graves, 66 mortos
2011 – 575 feridos leves, 198 feridos graves, 43 mortos
2010 – 547 feridos leves, 193 feridos graves, 48 mortos

bravo