Copa São Paulo de Futebol Júnior

Copa SP: A maior competição de base do país

Lateral Dimitry Rodrigues, do Juventude, representa o Vale do Taquari na competição

Por

Copa SP: A maior competição de base do país

Disputada tradicionalmente no mês de janeiro, a Copa São Paulo de Futebol Júnior se consolida a cada ano como a maior competição de base do futebol brasileiro. A 51ª edição iniciou na quinta-feira, 02, com 127 equipes na disputa, e segue até o dia 25 de janeiro, quando será jogada a grande final.

O torneio é muito visado por atletas, imprensa, empresários e clubes, uma vez que é considerada a principal oportunidade para se descobrir talentos e futuros craques do futebol brasileiro. Grandes jogadores como Kaká, Robinho, Neymar e Gabriel Jesus alçaram voos após se destacar na competição.

O Rio Grande do Sul estará representado nesta edição por cinco equipes. Além de Internacional e Grêmio, Juventude, São José e Brasil de Pelotas disputam o título. O estado é o quarto maior campeão da Copa SP, com quatro títulos, todos do Colorado. Entretanto, a última vez que um time gaúcho chegou a final, foi em 1998, ano do último título do Inter.

De Lajeado a São Paulo

Com mais de cem equipes na disputa, o Vale do Taquari possui pelo menos um jogador para representar a região. O lateral-esquerdo Dimitry Henrique Trasel Rodrigues, 19, é natural de Lajeado e disputará a competição com as cores do Juventude pela segunda vez. “A expectativa é a melhor possível, viemos de uma boa participação na Copa Sul, onde chegamos à semifinal”, comenta.

Dimitry iniciou no Estrela FC, e com 12 anos rumou ao Juventude. Aos 15 foi jogar no Internacional, onde ficou por dois anos, até retornar à equipe de Caxias do Sul. Aos 19, disputará a Copinha pela última vez antes de bater o limite da idade permitida.

O lateral sabe a responsabilidade e a visibilidade que é jogar a Copa SP, considerada a melhor competição de base do país. “Se você for bem tem chances de subir para o profissional ou até ir para outro time. Joguei a competição ano passado e sei da importância que é fazer um bom campeonato.”

Na edição passada o jovem fez boas partidas, que valeram a ele a subida para os profissionais do Juventude, Dimitry esteve na equipe que disputou o Gauchão. Para esta edição, diz que o Ju tem como primeira meta a classificação, mas que passada a primeira fase, almeja chegar o mais longe possível. “Vamos buscar chegar na final do dia 25.”

Caetano Pretto – caetano@jornalahora.inf.br

bravo