Mapa da Cidade

Esgoto a céu aberto espalha cheiro ruim e irrita moradores

Odor forte iniciou há cerca de duas semanas. Na terça-feira, uma equipe terceirizada esteve no local, mas trabalho ainda não foi concluído

Por

Esgoto a céu aberto espalha cheiro ruim e irrita moradores

Frequentador assíduo da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Lajeado, o aposentado Luis Carlos Moraes Gomes, 72, notou, nas últimas semanas, um odor estranho que vinha da rua. Logo, percebeu que se tratava de um esgoto a céu aberto, que ficou visível na esquina das ruas Borges de Medeiros e João Abott, no Centro.

São cerca de duas semanas que o mau cheiro incomoda não apenas Gomes ou os frequentadores da igreja, mas também outros moradores, comerciantes e pedestres que circulam pelas imediações da via. “Nos reunimos sempre nas quartas e nos domingos. E em todos os dias, sentimos esse cheiro forte”, lembra Gomes.

O problema do odor e do vazamento persistiu nos últimos dias. Gomes telefonou cinco vezes para o governo municipal. “Está ficando difícil. Mandaram até e-mail e nada”, reclama o morador.

“Pensei que fosse mais organizado”

Há quase um ano, o comerciante Rafael Soares Fonseca trocou Porto Alegre por Lajeado. Abriu um estabelecimento comercial na esquina da João Abott com a Borges de Medeiros e, embora não se arrependa da decisão, diz que o município tem deficiências visíveis, como o saneamento básico.

“Morei em Porto Alegre por 23 anos, me mudei pra cá e achei que a cidade fosse mais organizada e tivesse uma rede de esgoto mais bem estruturada”, comenta Fonseca, que também reclama do mau cheiro do esgoto, já que fica quase em frente ao seu estabelecimento.

Fonseca lembra que, desde que se instalou naquele local, houve dois entupimentos. “Fizeram um serviço meia boca, mal feito. Eles precisam resolver logo essa questão do esgoto, como outras cidades estão fazendo”, salienta.

Esgoto aberto

Quando a reportagem foi até a rua para averiguar a situação, o esgoto estava aberto. Uma equipe terceirizada esteve trabalhando no local na manhã de terça-feira, 21. Entretanto, os trabalhos não foram concluídos até ontem, o que gerou mais irritação da vizinhança. “Olha o jeito que deixaram. Ficou pior do que antes”, comenta Gomes.

De acordo com o secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos, Fabiano Bergmann, os trabalhos devem ser retomados no trecho ainda hoje.

bravo